Decorar o quarto do bebê é um momento único – e delicioso também. São tantas opções, que fica até difícil não se perder na hora das compras. Começar definindo um estilo é fundamental para ajudar na escolha

Tem um bebê a caminho? Sonhar com o quartinho é um dos momentos mais gostosos da espera. Se antes era preciso planejar alguns dias para sair e fazer as compras pessoalmente, hoje, com a internet, é possível ter acesso a uma infinidade de produtos e montar toda a decoração, sem nem sair de casa. O desafio é conseguir focar no que você precisa, sem cometer excessos. 

A estética é um dos pontos. Em geral, vale a máxima do menos é mais. Se você tiver muitos objetos, móveis e acessórios, a probabilidade de o resultado ficar confuso é grande. Outro ponto é o orçamento. Com a chegada de um novo membro na família, é importante planejar os gastos e pensar com calma em tudo o que você, de fato, vai precisar. Além da decoração você vai precisar do bebê conforto, do carrinho, vai ter as despesas médicas…Manter o controle é imprescindível. 

A primeira dica para criar um ambiente agradável e funcional é definir um estilo. Assim, fica mais fácil para os pais pensarem em um eixo a ser seguido. Depois, avalie o espaço disponível, os móveis que realmente cabem dentro da área e também os que terão utilidade – e que sejam neutros ou sigam o estilo que você escolheu. O segredo é ter sempre foco!

Publicidade

Para ajudar você a se inspirar, selecionamos seis estilos que estão em alta pelo mundo, com várias opções de produtos disponíveis. Em e-commerces como o site da MadeiraMadeira, dá para encontrar uma infinidade de opções, a preços atrativos. E o melhor: você pode receber em casa, com todo o conforto e segurança. 

Qual deles você prefere?

Montessoriano

Mais que um estilo de decoração, o quarto montessoriano tem um objetivo educacional e de desenvolvimento. A metodologia de ensino, criada pela italiana Maria Montessori, prioriza a autonomia e a liberdade. Isso significa que tudo deve ficar ao alcance para ser explorado à vontade e de forma segura. Prateleiras baixas, cama no chão, livros e brinquedos fáceis de pegar, barra para a criança se segurar e espelho para ela se reconhecer são alguns dos elementos essenciais. 

A cama montessoriana está em alta e oferece autonomia
A cama montessoriana está em alta e oferece autonomia

 

Cama com escorregador
No quarto montessoriano, tudo vira brincadeira – e está ao alcance

Provençal

Preferência de muitas famílias quando a ideia é montar um quarto de bebê, o estilo provençal é romântico e focado em tons pastéis, estampas florais e móveis com pernas e extremidades curvas. Esse tipo de decoração surgiu no século 16, na região da Provence, no sul da França. Era comum na casa dos camponeses, que queriam ter um estilo de decoração inspirado na casa dos nobres. 

Estampas românticas no quarto provençal
Estampas românticas no quarto provençal

Natural

Tons de verde, marrom e bege, estampas de folhas, referências à árvores e à terra, materiais como madeira rústica e palha. Tudo isso compõe o estilo natural, que também tem ganhado força e virou queridinho entre pais e mães contemporâneos. A base do quarto, geralmente, é de uma cor neutra e o ideal é que ela tenha poucos itens, para ser menos poluído o possível. O charme está mesmo nos acessórios, no tipo de material e na iluminação, que deve ser quente e suave.  

Referências à natureza e tons suaves
Referências à natureza e tons suaves

Genderless

Uma mudança dos tempos reflete na vida inteira. Chegou, claro, ao quarto dos bebês. Esqueça o rosa e o azul, carrinho e boneca, coisa de menina e coisa de menino… As divisões marcadas entre gênero ficaram para trás. Na decoração genderless, predominam os tons mais neutros, como amarelo, verde, branco e cinza. O rosa e o azul podem fazer parte da cena, desde que não demarquem ou façam referência a gêneros específicos. 

Decoração que funciona para meninos e meninas: genderless é tendência
Decoração que funciona para meninos e meninas: genderless é tendência

Minimalista

Aqui, quem manda MESMO é quanto menos, melhor. Como o nome diz, nada de excessos. Poucos móveis, áreas livres, tons claros, design clean. Vai contra tudo o que remete ao exagero. Esqueça os babados, explosões de cores, texturas exageradas e estampas contrastantes. Escolha só o que for essencial. 

O menos é mais: linhas retas e suaves
O menos é mais: linhas retas e suaves

Retrô

Madeira, papel de parede, móveis com pés palito, no estilo da década de 1950, estampas que remetem aos anos 1970, cores marcadas. Os móveis e revestimento brancos também se encaixam no perfil. Tudo isso pode compor um quarto de bebê com estilo retrô ou vintage. Os berços arredondados ou os cestos, tipo moisés, com enxoval com renda, tule e bordados ressaltam a atmosfera com clima antiguinho. 

Estilo antiguinho, como o marinheiro, continua em alta
Estilo antiguinho, como o marinheiro, continua em alta

Quarto temático

Há quem prefira escolher um tema de decoração, em vez de um estilo. Outra opção é combinar um dos estilos com um tema específico, como estilo natural com tema zoológico ou animais ou vintage ou retrô com tema circo. Os temas são infinitos: corrida, bailarina, nuvens, brinquedos.. Solte a imaginação e aproveite! 

Os quartos temáticos, como este, de carros, sempre são tendência
Os quartos temáticos, como este, de carros, sempre são tendência

 

 

Aqui o tema é: dinossauro!
Aqui o tema é: dinossauro!

 

Combine elementos e escolha itens em conjunto
Combine elementos e escolha itens em conjunto

 

Quadros fazem toda a diferença na decoração
Quadros fazem toda a diferença na decoração
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.