Parabéns! Não deve ter sido fácil até aqui, mas você conseguiu chegar até a última semana do primeiro trimestre da gestação. Seu bebê agora tem cerca de 5,5 cm, da cabeça ao bumbum – mais ou menos o tamanho de uma ameixa. Olha como ele cresce rápido. Com 12 semanas de gravidez, você já passou daquela fase crítica, em que os sintomas incômodos, como enjoo e sono, ficam mais acentuados. Também superou o período em que a chance de aborto espontâneo é maior. De acordo com as estatísticas, 30% das mulheres sofrem perda gestacional no início. Algumas, nem chegam a saber que estavam grávidas e acham que simplesmente ficaram menstruadas.

+ Qual carrinho de bebê comprar?

Bebê com 12 semanas de gravidez

12 semanas de gravidez: é hora de contar para o mundo!

Justamente pelo fato de os abortos serem comuns nas primeiras semanas, muitos pais e mães optam por esperar esses três primeiros meses para, finalmente, dar a notícia da gravidez para os amigos e para a família. Quem já passou por uma ou mais perdas, sobretudo, sabe como é difícil contar que está esperando um bebê e depois ter que explicar o desfecho triste. Então, preferem esperar. Mas agora que você chegou até aqui, talvez seja a hora de espalhar a novidade. Já pensou em como fazer isso?

Publicidade

Seu bebê com 12 semanas de gravidez

Além de ter aumentando de tamanho – e de peso – seu bebê já é mesmo um mini humano. Os órgãos principais já estão prontos, só se desenvolvendo e crescendo. Os olhos, que até então ficavam nas laterais da cabeça, estão mais juntos um do outro, e as orelhas estão praticamente na posição definitiva. Os ossos, formados por tecidos, começam a ganhar corpo e a enrijecer, deixando seu bebê mais forte. 

O intestino, que antes era só uma área inchada do cordão umbilical, começa a entrar na cavidade abdominal. E mais: na 12ª semana de gravidez, mesmo que você não se dê conta, seu filho já tem alguns reflexos a ações externas – ele reage, por exemplo, quando você acaricia a barriga.

O que acontece com o seu corpo agora?

Como seu bebê, muito provavelmente, já recebe os nutrientes e o oxigênio pela placenta, é bem possível que os hormônios que estavam envolvidos na formação deste órgão ao longo das últimas semanas comecem a se estabilizar. Com isso, suas alterações de humor, o sono, o cansaço e os enjoos tendem a diminuir. Você ficará mais disposta e pode aproveitar para começar a planejar os detalhes gostosos, como a decoração do quarto  e o enxoval do bebê. Não precisa comprar nada ainda, se você não quiser, mas já dá para ir elaborando algumas ideias e escolhendo os temas e tons. 

+ Grávida pode comer camarão e outros frutos do mar?

Cuide da sua alimentação! Como os enjoos e a indisposição vão diminuir a partir das 12 semanas de gravidez, muitas gestantes se empolgam e querem “tirar o atraso”, atacando a geladeira. Cuidado. Alimente-se bem, mas não coma por dois. Não é hora de fazer dietas restritivas, mas também não cometa excessos. Isso porque se você mantiver um ganho de peso gradual, é provável que seu bebê também não ganhe peso exagerado – o que facilita seu caminho ao longo da gestação, evita complicações como hipertensão e diabetes gestacional e facilita até a preparação para o parto. Se seu obstetra tiver liberado, é um bom momento para incluir a prática de exercícios físicos – pelo menos 30 minutos por dia – na rotina.

E mais:

+ O desenvolvimento do bebê de 13 semanas

+ Quando contar que está grávida

+ Sono excessivo: um assunto de grávidas

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.

Publicidade