Seu bebê cresceu bastante e atingiu 22 mm, da cabeça ao bumbum. Para você ter uma ideia, isso é mais ou menos o tamanho de um morango. Com 9 semanas de gravidez, seu corpo também pode começar a ter alterações perceptíveis (ainda que aos poucos).

9 semanas de gravidez: desenvolvimento do bebê

+ Salário-maternidade: quem tem direito e como pedir?

E ele está ficando com carinha de bebê humano, viu? Embora ainda seja muito pequeno, a cauda desapareceu. Os olhos, que ainda ficam nas laterais da cabeça, são agora cobertos por pálpebras. Ele também tem língua, que conta até com minúsculas papilas gustativas. As pernas cresceram. O pequeno ainda não tem dedos, mas há pequenas protuberâncias, de onde eles vão sair, um pouco adiante.

Órgãos importantes, como o coração, o cérebro, os pulmões, o intestino e os rins, seguem se desenvolvendo.

9 semanas de gravidez: já dá para saber o sexo?

Os órgãos genitais também começam a ganhar forma, embora ainda não dê para visualizar no ultrassom. Isso só deve acontecer entre a 18ª e a 25ª semanas. Até lá, segure a ansiedade! A não ser que vocês sejam do time de pais que querem surpresa só na hora do parto.

No entanto, se a curiosidade for muita, saiba que, a partir de agora, você já pode fazer o exame de sexagem fetal, que detecta o sexo do bebê pela presença do cromossomo Y no sangue materno. Se for positivo, você espera um menino. O exame é simples e não apresenta riscos, nem para a mãe, nem para o bebê. Porém, não tem cobertura pela maioria dos convênios e nem pela rede pública. Deve ser pago à parte e tem um custo relativamente elevado (cerca de R$ 800).

Há também um teste de farmácia, que pode ser realizado a partir da 10ª semana, mas o resultado não é tão assegurado. 

O que muda no seu corpo (e nas suas emoções)?

A produção do hormônio da gestação, o beta HCG atinge o pico com 9 semanas de gravidez. Isso tem um lado bom e um lado ruim. O lado ruim é que suas oscilações de humor estão no nível máximo. Uma hora você está radiante, na outra, só quer chorar, e na seguinte, sente raiva até da própria sombra. Respire! Vai passar. 

O lado bom é que com esse pico hormonal, aumentam também o estrogênio e a progesterona. Os níveis são orquestrados para garantir que seu bebê fique firme onde está e que também receba tudo o que precisa para crescer e se desenvolver. Seu cabelo também pode ficar mais forte, mais grosso e ganhar mais brilho. Aproveite! 

E mais:

+ O desenvolvimento do bebê de 10 semanas

+ Como lidar com os principais desconfortos do primeiro trimestre

+ Sonhos na gestação

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.