O umidificador de ar ajuda a melhorar a qualidade do ar da sua casa nos dias secos, melhorando a saúde de todos da família. Pode ser uma mão na roda, principalmente para quem tem bebês ou crianças pequenas. Há diversos modelos no mercado, com tamanhos diferentes e design diferenciados. Veja se vale a pena e saiba o que levar em consideração na hora de escolher o seu

Publicidade

A poluição e o ar seco, principalmente nos dias quentes, são um problema para as vias respiratórias e podem acabar ocasionando dores de cabeça, garganta seca, sangramento do nariz, ronco, rinite, sinusite, dentre outros. A boa notícia é que dá para amenizar esses desconfortos. O umidificador de ar é uma saída. Como o nome já diz, o aparelho ajuda a manter o nível da umidade do ar dentro do ideal para o organismo humano – entre 40% e 70%, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, alguns modelos ainda soltam vapor com aroma, deixando o ambiente mais cheiroso e proporcionando relaxamento e bem estar, além da saúde. Mas, como escolher um modelo que atenda às suas necessidades? A consultora em enxoval Marcela Musa ajuda a esclarecer todas as suas dúvidas. Dá uma olhada nas dicas:

Umidificador de ar: vale a pena comprar?
Umidificador de ar: vale a pena comprar? (Foto: Foto de Max Vakhtbovych/Pexels)

Para que serve um umidificador de ar?

Como o nome já diz, o aparelho ajuda a umidificar o ambiente, amenizando os impactos negativos que o clima seco e as temperaturas elevadas podem gerar, como ressecamento das mucosas e da pele delicada do recém-nascido. Assim, ajuda a evitar os resfriados, já que ar seco é terreno perfeito para vírus e bactérias; reduz o ronco, pois a umidade hidrata o sistema respiratório; alivia o congestionamento nasal, rinite e sinusite. Isso porque quando o ar está seco, as vias respiratórias superiores não conseguem funcionar da forma adequada.

+ 6 motivos para lavar o nariz do bebê sempre

Publicidade

Pode deixar o umidificador ligado a noite toda?

Não. Assim como a umidificação apropriada diminui a sensação de secura e aumenta o bem-estar respiratório, o ambiente que fica muito úmido está mais propício também à proliferação de bactérias e fungos. “Por isso, não se deve deixar o aparelho ligado durante a noite toda. Ele deve ser usado por períodos mais curtos. O ambiente também precisa estar aberto e arejado”, adverte Marcela.

Umidificador de ar é tudo igual?

Não, basicamente, existem três tipos: à vapor, impulsor e impulsor ultrassônico. No umidificador à vapor, ou vaporizador, a água é aquecida e vaporizada dentro do aparelho e jogada em névoa para fora. “É ótimo para quem tem bebê em casa, já que o aquecimento da água favorece a eliminação de impurezas nela”, aconselha Marcela. Já o impulsor e o ultrassônico transformam a água dentro deles em gotinhas que são despejadas no ambiente. A diferença entre eles está na tecnologia: o impulsor usa um motor para agitar a água e um difusor para liberar as gotinhas. Já o umidificador ultrassônico usa um vibrador por ultrassom para criar as gotinhas, que depois são mandadas para fora. Como eles não aquecem a água, é indicado usar água filtrada no aparelho.

Qual o melhor lugar para deixar o umidificador de ar na casa?

Você pode deixá-lo em qualquer ambiente da casa. Como, geralmente, é pequeno e portátil, dá para levar para onde você quiser. Atenção apenas à capacidade de alcance do aparelho. Lembre-se também de deixá-lo longe das crianças para evitar que elas derrubem ou que tropecem no fio.

O que se deve saber antes de comprar um umidificador de ar?

“É importante ficar sempre atento à potência (quanto mais, melhor!) e à capacidade dele de manter a umidade do ar. Observe também se é fácil de fazer a limpeza no reservatório e quais são as suas funcionalidades”, orienta Marcela.

Como escolher um bom modelo de umidificador?

Diante de tantas opções disponíveis no mercado, realmente não é tão simples assim saber qual é o melhor para ter em casa. Opte sempre pelas marcas que você conhece ou sobre as quais já pesquisou. Veja também os comentários de outras pessoas, e que tipo de recursos os modelos de que você gostou oferecem, para comparar. “Eu, particularmente, gosto dos modelos que têm desligamento automático e que permitem a utilização de óleos essenciais porque deixam a casa cheirosa e, dependendo do aroma, ainda ajudam a relaxar”, diz Marcela.

Quando comprar um umidificador?

Você pode comprar a qualquer momento. Só não se esqueça de conversar sobre isso com o pediatra do seu filho ou com o seu obstetra, caso esteja grávida. É importante ouvir sempre o seu médico para, inclusive, saber a opinião dele sobre o tipo de aparelho mais recomendado para a sua família.

Pode usar umidificador de ar no quarto das crianças? A partir de que idade?

Se usado de forma correta, o umidificador é indicado para qualquer pessoa, inclusive recém-nascidos. Só fale antes com o pediatra do seu filho.

O umidificador de ar pode ser usado todos os dias?

Em dias de calor escaldante e quando a umidade do ar está baixa, o uso é válido, sim, para deixar o ambiente mais úmido. “Não é necessário usar todos os dias, se a umidade do ar estiver boa. Vale lembrar que o uso excessivo pode aumentar a proliferação de ácaros e fungos, pelo excesso de umidade”, diz a especialista.

O umidificador de ar costuma consumir muita energia?

Sim. Se o aparelho ficar ligado por 24 horas, o consumo se assemelha ao de uma geladeira. É bastante e você vai sentir diferença na conta de luz. Por isso, o ideal é utilizá-lo apenas nos momentos em que ele realmente se faz necessário, ou seja, em dias muito quentes e secos. Fazendo bom uso do aparelho, você não vai aumentar tanto o seu consumo de energia.

O umidificador de ar é silencioso?

O ideal é que seja. “Eu diria até que essa é uma característica essencial porque o barulho pode incomodar, inclusive, as crianças. A boa notícia é que a maioria das versões, pelo menos as de marcas consagradas, é silenciosa”, informa Marcela.

Vale a pena mesmo investir em um umidificador de ar?

“Não tenho dúvida. Ele está presente em todas as minhas listas de  produtos para ter em casa, pois ajuda não só na saúde das crianças, mas também na de todos da família”, explica Marcela.

Qual a diferença entre umidificador, purificador e desumidificador?

O umidificador tem como função principal manter o nível da umidade do ar dentro do ideal para o organismo humano – entre 40% e 70%, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). O desumidificador de ar serve para pequenos espaços, como gavetas ou armários. Seu objetivo é diferente, ele é usado para evitar a formação de mofo e o bolor em locais com pouca circulação de ar e baixa incidência de sol. Já o purificador de ar garante a boa qualidade do ar. Com filtros de purificação, ele retém partículas de impurezas encontradas suspensas no ar e previne a proliferação de ácaros e bactérias. Além disso, é capaz de eliminar o pó e o mau cheiro presente nos ambientes.

Todos os umidificadores funcionam à base de água?

Sim. Alguns fabricantes recomendam que se use água destilada ou filtrada.

Pode colocar algum aroma no umidificador?

Dependendo do modelo escolhido, sim. Mas é preciso ter atenção, porque existe diferença entre essência e óleo essencial. Um é à base de álcool e o outro, de óleo. Fique atento às informações do fabricante, antes de comprar a essência, para que você não danifique o produto.

O que o aparelho precisa ter para garantir saúde e segurança?

Observe sempre se o produto conta com o selo do Inmetro, pois isso quer dizer que foi testado para garantir segurança. Faça também a manutenção correta, com higienizações periódicas, de acordo com as instruções do fabricante.

Geralmente, de que tipo de material são feitos os umidificadores? Todos são ligados na tomada ou usam pilha?

“Normalmente, os umidificadores são feitos de plástico. É possível encontrar no mercado alguns modelos que podem ser ligados por cabo USB, mas a maioria é ligada na tomada”, diz Marcela.

+ Grávida e gripada: o que fazer?

Como limpar o umidificador de ar do jeito certo?

Cada fabricante tem sua recomendação específica, porém, é bom lembrar que o sistema ultrassônico quebra todas as substâncias em micropartículas e as envia para o ar, sendo de grande importância mantê-lo sempre limpo.

Por quanto tempo é recomendado deixar o umidificador de ar ligado?

Geralmente, é recomendado ligá-lo por cerca de 3 ou 4 horas e, depois disso, desligá-lo. Manter o umidificador ligado por muitas horas pode levar ao excesso de umidade nas paredes e provocar o aparecimento de mofo e bolor, fazendo exatamente o contrário do objetivo dele. Sem falar no gasto de energia. Vale lembrar que os umidificadores devem ser mantidos limpos, já que sujeiras e poeiras acumuladas podem ser foco de fungos. Limpe os reservatórios de água com esponja e sabão e seque-os bem, na frequência indicada pelo fabricante.

Vale a pena apostar em modelos que também decoram a casa?

Sim. Mas, lembre-se que ele não é um item de decoração e, sim, um aparelho que vai ajudar a melhorar o ar da sua casa. Por isso, não se apegue tanto ao design, mas à funcionalidade do equipamento. Se a sua casa é muito grande, opte por modelos maiores, já se vai usá-lo em um ambiente pequeno, prefira os menores.

Conheça alguns modelos:

Umidificador Fisher-Price

 

Umidificador de Ar Ultrassônico Branco Fisher-Price – HC115 – Possui bico direcionável da névoa, capacidade de 3,4 litros e função abajur.

Umidificador de ar Breathe, Maxi-Cosi – Tem sensores inteligentes, que permitem o funcionamento em modo automático, garantindo o nível de umidade sempre confortável. Dá para comandá-lo por um aplicativo. Tem capacidade de quase 4 litros e autonomia de 24 horas

Umidificador Black and Decker

Umidificador AIR1000-BR, BLACK+DECKER – Permite adicionar essências sem óleo para perfumar o ambiente. Tem capacidade de 2,5 litros e autonomia média de 20 horas.

Umidificador de ar Wap Air Flow

Umidificador de Ar Luminária com Difusor de Aromas, WAP AIR FLOW – Funciona como luminária e difusor de aromas, deixando o local mais perfumado. Tem 4 litros de capacidade, proporcionando aproximadamente 12 horas de uso contínuo.

+ Babá eletrônica: qual comprar?

+ Kit de primeiros-socorros: o que precisa ter?

+ Conheça BabyStore: comparação de preços de todos os produtos que você precisa para você e para o seu bebê

+ + Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *