Ter alguns ingredientes já prontos ou crus, mas já picados, por exemplo, no freezer facilita a rotina da família. Sem falar que torna mais simples manter a alimentação do bebê (e de todo mundo da casa!) saudável. Mas existem maneiras certas de congelar e descongelar a comida do bebê. Veja como fazer

Sabe aquele dia em que tudo parece ter dado errado, você está numa correria só e não deu tempo de preparar a comidinha do seu filho? Nada de apelar para papinhas prontas! As versões industrializadas, costumam conter sódio e outros ingredientes nada desejáveis, sobretudo no prato de quem está iniciando a introdução alimentar. Para evitar cair em tentação, manter sempre algumas porções de alimentos congelados ajuda. Ah, e isso também o nervoso! Não adianta nada seu filho comer bem se, para isso, tiver pais estressados.

+ Receita: nuggets de frango caseiro para o bebê

Como congelar e descongelar comida de bebê?

Como congelar comida de bebê?

“Você pode congelar os ingredientes crus picados ou após o cozimento e preparo”, ensina a pediatra Renata Aniceto (SP). Quando chegar da feira ou do supermercado, higienize bem os legumes e verduras. Depois, você pode deixá-los picados e colocar em potinhos ou saquinhos bem vedados. “Coloque o recipiente, já com as porções divididas, em um bowl com água e gelo. Leve ao freezer na sequência”.

É importante congelar os alimentos em pequenas porções porque, uma vez descongelados, eles não podem voltar ao freezer. Além de o alimento perder nutrientes nesse processo, ele pode estar contaminado com micro-organismos. E isso pode causar problemas de saúde.

+ Papinha de carne com legumes; veja a receita

Os alimentos, em geral, duram até três meses congelados. Por isso, antes de guardar a comida do bebê, é importante etiquetar os potinhos. Desta forma tudo o que tem dentro e as datas em que foram colocadas ali ficam identificados. Se preferir, coloque também a data de validade, contanto 90 dias a partir desse dia. Assim, não tem erro na hora de usar. Ah, prefira usar potes de vidro, bem vedados. Se for de plástico, procura os que são livres de BPA. A substância que pode causar malefícios ao organismo, em contato com a comida.

O mesmo vale para os alimentos prontos. Quando for preparar um prato ou uma papinha para o seu filho, tente fazer uma quantidade um pouco maior. Divida o que sobrar em porções individuais e mantenha congelado. Assim, terá um pouco de comida do bebê pronta para a hora do aperto.

E como descongelar?

O ideal é retirar a comida do bebê do freezer e deixar na geladeira. Mantenha por cerca de 12 horas, para descongelar gradualmente. Desta forma, os nutrientes ficam mais preservados. Nunca deixe descongelar em temperatura ambiente, porque isso pode favorecer a proliferação de bactérias.

No entanto, se estiver com pressa, pode apelar, sim, para o uso do micro-ondas. Só fique de olho e prove a comida antes de oferecer para o bebê. Isso porque às vezes a borda fica muito quente e o centro continua congelado. Verifique também a potência do seu aparelho. Se for um prato já cozido, pode colocar direto na panela também.

E mais: 

+ Prato do bebê: como montar? Pediatra dá dicas

+ 15 erros comuns na alimentação do bebê

+ Quanto oferecer de água para o bebê por dia?

Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *