Prestes a completar 1 ano de idade, seu filho já está mais do que pronto para comer a mesma comida da família – desde que, obviamente, esteja disponível em tamanhos adequados para evitar engasgos, contenha os nutrientes adequados para a criança e não tenha muito sal.

Publicidade

É fundamental colocar os alimentos separados no prato, para que a criança aprenda a reconhecer os diferentes sabores e fique interessada no colorido da comida. Uma atitude que deve ser evitada é preparar pratos muito repetitivos ou repeti-los por mais de dois dias.

Como montar o prato do seu filho

Se você tem dúvidas sobre os tipos e as quantidades de alimentos, saiba que a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda a proporção de medidas de colher (sopa) de 3:1:1:1, com sugestões de variações. Funciona assim:

3 colheres (sopa) de cereais ou tubérculos: arroz, milho, macarrão, batata, mandioca, cará, inhame.

1 colher (sopa) de leguminosas: feijão, soja, lentilha, ervilha, grão-de-bico.

1 colher (sopa) de proteína animal: carne bovina, carne suína, frango, peixe, ovos.

1 colher (sopa) de hortaliças: legumes (cenoura, chuchu, beterraba, abóbora, vagem) e verduras (agrião, alface, espinafre, acelga, almeirão).

Publicidade

Uma maneira interessante de incentivar seu filho a experimentar novos sabores é colocá-lo para comer na companhia de outras crianças da mesma faixa etária, ou de uma idade próxima, caso ele ainda não frequente a escola. Ah, não se esqueça de fazer a higiene bucal adequada na criança a cada refeição.

E mais:

+ 15 erros comuns na alimentação do bebê

+ O que é BLW, o método que ensina o bebê a comer sozinho?

+ Por que é importante cuidar da higiene oral do bebê desde cedo

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.