Antes de as mamas darem início à “fabricação” do leite, a produção de colostro materno se inicia a todo vapor. Ele é um pré-leite que já conta com gorduras, minerais, vitaminas e proteínas benéficas para o bebê. Também é rico em anticorpos, que ajudam a proteger o bebê nos primeiros dias de vida, sendo chamado pelos profissionais de saúde de “a primeira vacina”. Além disso, auxilia na digestão e na expulsão das primeiras fezes.

+ Seios em preparo para a amamentação

Quando se forma?

Em algumas mulheres, ele começa a vazar bem antes do parto, no 2o trimestre da gestação – o que é normal. Para outras, o colostro só aparece depois da chegada do filho, o que também não é problema algum. As duas situações, portanto, são naturais.

+ Seios: cuidados especiais para adotar desde já

É comum que o colostro materno pingue durante as relações sexuais, por causa da estimulação. Pode ser meio desconfortável, mas não há motivo para se preocupar. Caso se sinta melhor, fique de sutiã e use absorventes para seios. Para evitar ficar com a roupa molhada, você pode adotar os absorventes durante o dia e até para dormir. Opte sempre por sutiãs com boa sustentação. Tops de ginástica também são uma ótima escolha.

+ Lingerie de grávida: como escolher as melhores peças

E se o colostro não descer?

Caso o colostro não vaze antes do nascimento do bebê, não se preocupe. Ele vai aparecer poucas horas depois do parto, mesmo que não consiga vê-lo, e geralmente vem em pequena quantia. Fique tranquila: a saída ou não do líquido não tem nada a ver com a quantia de leite que você vai produzir quando o seu filho chegar. E, mesmo sendo pouco, ele é suficiente para manter seu filho saudável e protegido.

E mais:

+ 10 bons motivos para amamentar

+ Descubra soluções para possíveis problemas com amamentação

+ Pós-parto: cuide bem de sua recuperação

Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis.