Com a postura mais ereta, os bebês de 8 meses já se sentam sozinhos – e brincam por muito tempo assim! Alguns, inclusive, saem pela casa de uma hora para a outra engatinhando – isso pode acontecer a partir dos 6 meses.

Não há forma certa: alguns se arrastam praticamente deitados, outros se deslocam com o bumbum no chão, há quem use uma perna só e os que vão só para trás – e tudo bem. Não precisa ensinar seu filho a engatinhar “certo”. Se ele está se movimentando, deixe que faça do jeito dele. E também não se preocupe se ele não engatinhar, pois muitos bebês pulam essa etapa e saltam direto para o andar.

Estímulos para engatinhar

Procure deixá-lo no chão o máximo possível e de barriga para baixo, sobre um tapete, pois isso faz com que ele fortaleça os músculos dos braços, cabeça e tronco. Você também pode oferecer um apoio (sua mão) para que ele empurre os pezinhos e se locomova. Outra forma de ajudá-lo a engatinhar é levantar seu bumbum.

Uma brincadeira boa de se fazer como estímulo é ficar um pouco afastada dele com um brinquedo ou objeto bem colorido e chamá-lo para pegar.

À medida que os músculos de engatinhar se fortalecem, o bebê vai usá-los com frequência para tentar ficar em pé. E quando descobrem que podem se apoiar em algo, vão adorar ficar com as mãos livres para brincar, bater, explorar a superfície do sofá…

Quais cuidados tomar

Vestuário:

Você pode comprar uma joelheira para seu bebê quando ele começar a engatinhar. Ou vista-o com uma calça bem confortável.

Limpeza:

É importante lembrar que, a partir de agora, você tem um explorador em casa. Mantenha o chão livre de sujeiras, mas não precisa ficar neurótica com a limpeza, esterilizando o piso. Um pouco de vitamina S (de sujeira) faz bem. Basta retirar pelos (se houver pets), cabelos, pequenas sujeiras que ele possa colocar na boca e passar um pano, se o tipo de piso permitir.

Casa segura:

Também se preocupe com a segurança. É um bom momento para colocar travas nas portas (inclusive de alguns armários), fechar os buracos das tomadas com protetores e, se os móveis não forem arredondados, usar protetores de silicone ou espuma para encapar as quinas.

Objetos de vidro ou pontiagudos e produtos de limpeza não devem sob hipótese alguma ficar sob o alcance das crianças. Outra providência que você pode tomar desde já é, caso more em apartamento ou em sobrado, mandar instalar redes de proteção nas janelas.

PUBLICIDADE

+ Como deixar a casa segura para o bebê

Supervisão:

Muitas crianças têm especial predileção pelos armários da cozinha: afinal, é lá que estão as panelas barulhentas que elas tanto gostam de batucar e analisar. Deixe nas gavetas ou nos gabinetes inferiores apenas itens inofensivos, como potes de plástico. Outros bebês se divertem horas com caixas grandes, entrando dentro delas ou colocando e tirando brinquedos. Esteja sempre por perto, essa fase de descobertas precisa da supervisão de um adulto.

E mais:

+ 9 meses: treinando para começar a andar

+ Preparando os primeiros passos

+ 15 meses: prontinho para caminhar

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.