Antes de mais nada, é bom lembrar que linguagem, fala e comunicação não são as mesmas coisas e um atraso na fala, por exemplo, não quer dizer que a criança tenha autismo ou algum problema, como surdez. Seu filho pode ter um atraso na fala, por exemplo, mas usa uma linguagem corporal para se comunicar. Aliás, o choro e as expressões faciais são um dos primeiros modos de o bebê se comunicar com os pais.

Assim, há linguagem verbal (oral ou escrita) e não-verbal, que é feita com outros recursos (gestos, olhares, postura, expressão facial). E, por fim, tem a fala, que é a produção e articulação de palavras. Para cada fase do seu filho, é esperado um tipo de avanço. Confira as mais significativas para prestar atenção.

6 meses

Se o bebê não emitir sons, nem olhar para quem está falando com ele, pode ser que tenha problemas de audição. Note se ele move a cabeça em direção aos sons.

1 ano e 3 meses

Se a criança não fala nenhuma palavra, ninguém entende nada do que ela fala ou ela não se comunica por gestos (como apontar para o que quer), é bom comentar com o pediatra.

+ Linguagem em plena atividade

2 anos

Se ela não consegue juntar duas palavras, não usa o faz-de-conta e não consegue mostrar coisas quando questionado, fique atento. Além disso, o esperado é que nos últimos meses ela tenha aprendido uma palavra nova por semana. Se os pais não entendem nada do que o filho diz, é bom checar com um especialista.

3 anos

Se o seu filho troca sílabas ou omite consoantes com muita frequência, se desconhecidos têm dificuldade de entender o que ele diz, se não responde a comandos e se gagueja ou fica nervoso ao falar, é bom ouvir um especialista. É esperado, também, que nessa fase ele já consiga contar histórias.

4 anos

O comum é que ele não faça mais trocas de letras (como L por R) e já use pronomes (eu, ele, ela, nós…).

5 anos

Nessa fase, a criança já deve usar o pronome “eu” e não se referir a ela na terceira pessoa (chamando-se pelo nome) e também usar outros tempos verbais que não só o presente.

E mais:

+ Meu filho não fala quase nada. É normal?

+ Faz mal deixar meu filho ver TV ou celular?

+ Livros: apresente ao bebê o fantástico mundo da leitura

Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e desenvolvendo. É rápido e grátis.