Além da maior liberdade de movimentos e da independência física, com 2 anos de idade a criança já caminha corretamente – aliás, é capaz de pular e correr bastante! Por conta disso, é uma fase propícia para estimulá-la a se tornar ainda mais independente em atividades de autocuidado diário – como, por exemplo, na alimentação, no momento do banho e de se vestir. Ela também pode passar a guardar os próprios brinquedos após a diversão.

Desenvolvimento da linguagem

É na linguagem, no entanto, que você vai perceber as maiores mudanças. E, provavelmente, se surpreender com a rapidez com que seu filho consegue criar frases com duas (ou mais) palavras. Não espere por orações certinhas, com sujeito, verbo e predicado. Nessa faixa etária, a predileção é por substantivos e verbos – que contemplam bem as necessidades infantis de se conseguir o que eles querem, não é mesmo?

As combinações de palavras são um marco importante do desenvolvimento, assim como a apropriação da fala. Caso seu filho não consiga falar nenhuma palavra com 2 anos de idade, é importante marcar uma consulta com um fonoaudiólogo.

+ Meu filho não fala quase nada. É normal?

As primeiras frases encantam a todos, ainda mais (temos de admitir) pela dificuldade de falar corretamente: “brincar de bola” vira ‘bincá boia”, “quero comer” se transforma em “quê comê” e assim por diante. É fofo, mas a família não precisa fazer o mesmo. Continue falando corretamente, de forma direta e sem diminutivos, para incentivar a progressão dessa habilidade.

Crescimento físico

Nos próximos meses, você vai reparar que o ganho de peso se torna mais lento. Não se preocupe, é normal. Continue oferecendo uma alimentação nutritiva e balanceada.

+ Filho seletivo? É hora de novos hábitos e sabores no prato

Emoções

O aprendizado constante e acelerado pode fazer com que alguns meninos e meninas se sintam, em alguns momentos, irritadiços e manhosos, querendo colo. Deixe que seu filho expresse suas emoções, pergunte o que está acontecendo e ofereça seu carinho. Crescer continua sendo um desafio!

E mais:

+ Como é o preparo para o desfralde

+ Início das birras e da fase “terrible twos”

+ Gritos e choro à noite: pode ser terror noturno

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.