Se você costumava passar o dia inteiro na praia, torrando no sol, com um bebê ou filho pequeno vai ser preciso abrir mão de hábitos antigos. Isso porque a pele frágil e mais fina dos pequenos não suporta da mesma forma a exposição solar, e eles tendem a desidratar mais facilmente que os adultos.

 

Mas, com alguns cuidados e precauções, vocês aproveitam alguns dos melhores momentos em família. Separe uma bolsa bem grande – porque agora o volume de itens a levar para a areia aumenta muito –, a máquina fotográfica e boa viagem!

A partir de que idade posso levar meu filho à praia?

Não há uma posição fechada entre os pediatras. Uma parte recomenda que a ida ocorra depois de 1 ano de idade. Outra, no entanto, fala em 6 meses, quando alguns filtros solares já são permitidos para os bebês. Ainda assim, alguns especialistas pedem para evitar produtos químicos na pele do bebê que ainda não anda, mesmo após os 6 meses, usando no lugar disso roupas que possam protegê-lo – camisetas de algodão ou roupas próprias para praia e chapéu. O importante é saber que bebês não podem tomar sol diretamente: eles precisam estar à sombra. A partir de 1 ano, os pediatras já liberam o banho no mar, mas em águas próprias para isso, certo?

 

+ Quanto oferecer de água para o bebê por dia?

A verdade é que tudo vai depender de como vocês vão encarar a experiência: se vão respeitar o horário de exposição recomendado, se o bebê estará com proteção adequada e embaixo de guarda-sol, se não pretendem ficar muito tempo na areia, se a praia tem águas limpas… Quando ele ainda não anda, é um pouco mais fácil ter controle sobre a exposição ao sol e você até consegue relaxar um pouco mais à cadeira.

Mas a partir do momento em que eles começam a andar, e sair da área de sombra, é preciso caprichar ainda mais na proteção (roupa e protetor, de preferência), e ficar de olho bem aberto, tanto para evitar que eles se percam – e crianças se perdem num piscar de olhos – como para não deixá-los sozinho na água. Ter alguém com quem revezar esses cuidados permite que todo mundo aproveite a praia. Confira abaixo como se precaver e divirta-se!

14 cuidados a serem tomados no litoral:

1) Nenhuma criança deve estar na praia entre 10h e 16h, mesmo que protegida na sombra, pois a areia e a água refletem os raios solares.

2) Use filtro com fator de proteção solar acima de 30 (FPS 30). Bebês menores de 6 meses não podem usar protetor.

3) Bebês e crianças pequenas devem ficar à sombra, de preferência. Para os maiores, a exposição ao sol não deveria ultrapassar meia hora seguida.

4) Aplique protetor solar nas crianças ainda em casa, com elas peladas, para não ficar nenhuma parte sem proteção.

5) Reaplique o protetor a cada duas horas pelo menos. Dê preferência a cremes e loções em vez de spray e gel.

6) Camisetas de algodão são ótimas para proteger do sol, funcionando como uma barreira para os raios ultravioletas. Há também as próprias para praia, com proteção.

7) Chapéu ou boné sempre. Há modelos que são mais compridos na parte de trás e protegem não só cabeça e orelhas, como o pescoço.

8) Coloque uma pulseirinha com o nome da criança e o nome e contato dos responsáveis. Ainda assim, combine com ela um ponto de encontro caso se perca – claro, se ela já compreender esse tipo de orientação.

9) Se a criança banhou-se no mar, é importante não deixar a roupa de banho molhada por muito tempo em contato com a pele, para evitar fungos. Seque e troque seu filho.

10) O melhor é que a criança use o mínimo possível a fralda na praia, pois o calor pode provocar brotoejas. Na piscininha inflável, ela pode ficar sem o item. Mas, se for usar fraldas de piscina, lembre-se que elas protegem apenas contra o vazamento de cocô.

11) Nenhuma boia é segura no mar, nem as de braço, nem as tipo colete. Boas para a piscina, elas acabam representando um perigo no mar, pois as ondas e a correnteza podem levar as crianças para partes mais profundas. Lembre-se: um adulto sempre tem de acompanhar os pequenos na água e, por segurança, os salva-vidas recomendam que a criança não entre no mar além da cintura.

12) Leve algo em que o bebê possa deitar, caso durma na praia: canga, esteira ou mesmo a piscininha inflável, forrada com uma toalha.

13) Ofereça muito líquido ao seu filho: água, água de coco e leite materno (suco só para maiores de 1 ano). Ao menos a cada meia hora.

14) Não compre comida de ambulantes ou barracas que você duvide da procedência e higiene. Leve sempre um lanchinho leve de casa na bolsa térmica (veja abaixo).

+ Cuidados básicos com a pele do bebê

O que levar na bolsa de praia

– Piscina inflável: é a melhor amiga dos pais de bebês. Você pode colocá-la na sombra e enchê-la com água de torneira (bebês levam tudo à boca, vai ser melhor água potável que a do mar nessas horas, o que diminui também o risco de contaminação). A piscininha evita, inclusive, que o bebê fique em contato direto com a areia, levando-a à boca – ele vai fazer isso mais cedo ou mais tarde e tudo bem, não entre em pânico. Além disso, o bebê poderá ficar sem fraldas enquanto estiver nessa área, o que será ótimo no calor.

– Chapéu ou boné

– Óculos escuros para as crianças

– Filtro solar com FPS 30 ou mais

– Repelente de insetos para praias com mosquitos (só aplique depois do filtro solar)

– Toalha

– Roupão ou saída de banho

– Fraldinha de algodão (sempre precisa limpar algo!)

– Muda de roupa extra

– Sandália para proteger da areia quente

– Fralda, lenço umedecido, trocador e pomada

– Esteira ou canga

– Guarda-sol

– Brinquedos de praia

– Máquina fotográfica

– Dinheiro para comprar água na praia se precisar

E na bolsa térmica:

– Água (não só para beber, mas para limpar areia dos olhos, das mãos…), água de coco e suco

– Frutas: uva, banana, maçã, ameixa, pêssego

– Snacks naturais: tomatinhos, palito de cenoura ou de pepino japonês

– Sanduíches naturais, pãozinho

E mais:

+ Seu bebê pronto para a primeira viagem longa

+ Como vestir o bebê no calor?

+ Banhos de sol são fundamentais

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.

Ei, gostou do conteúdo?
Então não deixe de assinar nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre gravidez, maternidade e o mundo dos bebês. Além disso, receba grátis também 3 livros infantis em formato de e-book.

    É Gratuito ;)

      Ei, gostou do conteúdo?
      Então não deixe de assinar nossa newsletter e receba os melhores textos sobre gravidez, maternidade e o mundo dos bebês.
      É Gratuito ;)