Com a linguagem em franca expansão e prestes a completar 2 anos de idade, a criança consegue compreender direitinho o que você diz, ainda que não conheça determinadas palavras. O cotidiano da casa já é bem conhecido, assim como certas situações rotineiras. Por conta disso, seu filho pode seguir instruções simples como “Pode me passar o ursinho?” ou “Pega a almofada para a mamãe?”.

Nessa faixa etária, os pequenos são capazes de formar frases simples como “Boia não”, que significa “Bola não”. Para incentivar seu filho, inclua o significado do que ele quis dizer numa frase completa, do tipo “Você não quer mais brincar com a bola?”. Essa estrutura completa, ainda que difícil de ser reproduzida nesse momento, é compreendida.

Como estimular a linguagem

A maior parte do desenvolvimento da linguagem, de acordo com especialistas, se desenrola justamente nesses momentos e atividades cotidianos em casa. Conversar bastante com o seu filho também ajuda a detectar algum atraso na fala ou problema de audição.

E, como a evolução intelectual também é bem afinada, mostre para seu filho livros que exploram opostos e/ou diferenças, como claro/escuro, grande/pequeno, fino/grosso… Ele vai adorar conhecer todos esses conceitos e tentar repeti-los.

E mais:

+ Meu filho não fala quase nada. É normal?

+ Como impor limites para meu filho

+ Início das birras e da fase “terrible twos”

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.