Nesses primeiros meses de vida, o seu filho se transformou de um frágil recém-nascido para uma criança animada, exploradora, curiosa, feliz e até mesmo “conversadora”! Trata-se de uma fase maravilhosa – e nas próximas semanas não será diferente, pois as conquistas só tendem a aumentar.

O bebê pode começar a se arrastar, com o abdome ainda encostadinho no chão, e ir para a frente e para trás. Ao final do sexto mês, provavelmente a criança ainda não estará pronta para engatinhar, mas muitas já conseguem se sentar sozinhas – geralmente continuam a precisar de apoio para não cair.

A coordenação motora também está evoluindo: entre as habilidades alcançadas estão a capacidade de passar um objeto de uma mão para a outra, bater brinquedos, juntar as mãos e pegar alguma coisa somente com uma mão.

Sons e linguagem

O bebê passa a reconhecer sua própria imagem no espelho, sorri e conversa com ele mesmo. A linguagem também se desenvolve bem, com a pronúncia de sons de consoantes como F, V, S, Z, T, CH. As vocalizações, inclusive, servem para demonstrar as mais variadas emoções, como prazer e birra.

Nessa fase, seu filho já consegue reconhecer diferentes tons e inflexões de voz e pode até chorar se você falar com ele de forma mais brava, como ao dar uma “bronca” ou falar “não” quando ele jogar alguma coisa no chão, por exemplo.

Em relação a brinquedos, há uma predileção por aqueles que fazem barulho. Muitos bebês acreditam que são eles que fazem o barulho, por isso gostam de sacudir tudo para comprovar essa “teoria”.

E mais:

+ Dentição: tudo o que você precisa saber

+ Momento de sentar sem apoio e pedir colo

+ Linguagem em alta: o bebê começa a conversar

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.