Talvez você faça parte do time das sortudas que não enfrentam – ou enfrentam minimamente – os sintomas típicos da gestação. Entretanto, em menor ou maior intensidade, a maior parte das grávidas sofre com esses incômodos, provocados pelas mudanças hormonais. Siga as dicas do BabyHome para, pelo menos, minimizá-los:  

Enjoo

Mantenha ao lado da sua cama duas a três bolachinhas de água e sal ou torradinhas. Coma antes mesmo de levantar da cama, para minimizar o enjoo, que costuma ser pior pela manhã – isso também ajuda a reduzir a tontura. Ingira também pequenas porções de comida a cada duas horas, em média, em vez de fazer três grandes refeições ao longo do dia – especialmente alimentos secos, que são melhor tolerados, como arroz. Outra recomendação é apostar em frutas cítricas, como limão e abacaxi, gengibre (pode ser em chá) e beber muita água. Evite frituras, gorduras e condimentos fortes.

Azia 

Durante a gravidez, a placenta produz o hormônio progesterona, que relaxa os músculos do útero e a válvula que separa o esôfago do estômago. Com isso, os ácidos gástricos que participam da digestão acabam subindo pelo esôfago, causando a sensação desconfortável de azia. É o famoso refluxo gastro-esofágico. Para fugir desse incômodo, risque do cardápio frituras, chocolate, café e alimentos processados, especialmente à noite, perto da hora de dormir. Mastigue bem tudo o que comer. Experimente também chá de camomila.

Publicidade

Constipação (prisão de ventre)

O aumento de progesterona deixa o trânsito digestivo mais lento. Para combater esse problema, exercite-se regularmente (ou pelo menos tente caminhar sempre que possível), tenha uma dieta à base de alimentos ricos em fibras, pães e massas integrais e tente beber pelo menos oito copos de água por dia – o ideal na gravidez são três litros diários.

Vontade frequente de urinar

A “festa” dos hormônios e o volume de sangue aumentado fazem seu corpo produzir mais fluido. Segurar o xixi, nem pensar, tampouco deixar de ingerir mais água. Para tornar essa ação mais fácil, vista roupas confortáveis e/ou fáceis de tirar e leve sempre na bolsa assentos descartáveis para vaso sanitário – você nunca sabe quando irá precisar de um! Se tiver espaço na bolsa, ande sempre com uma calça extra: escapes não são incomuns.

Tonturas 

São comuns no primeiro trimestre, por causa da queda da pressão arterial. Evite se levantar bruscamente, permanecer em ambientes quentes e ficar muito tempo sem comer ou beber água. Se estiver deitada, primeiro sente-se e permaneça assim um tempo antes de levantar. Se estiver a ponto de cair, deite-se ou sente-se e coloque a cabeça entre os joelhos até melhorar. Verifique também se pode ser anemia.

Publicidade

+ Atenção à anemia na gravidez

Excesso de salivação 

Também chamado de ptialismo ou sialorreia, pode ocorrer por volta da 6ª semana de gestação e desaparecer normalmente no segundo trimestre. Para atenuá-la, escove os dentes logo que perceber o sintoma, use enxaguante bucal e a masque chiclete. Evite comer doces e cuspir a saliva.

E mais:

+ Primeiros sintomas de gravidez: saiba o que esperar

+ Sono excessivo: um assunto de grávidas

+ Sintomas típicos do segundo trimestre

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.

Ei, gostou do conteúdo?
Então não deixe de assinar nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre gravidez, maternidade e o mundo dos bebês. Além disso, receba grátis também 3 livros infantis em formato de e-book.

    É Gratuito ;)

      Ei, gostou do conteúdo?
      Então não deixe de assinar nossa newsletter e receba os melhores textos sobre gravidez, maternidade e o mundo dos bebês.
      É Gratuito ;)