Começa a ossificação do esqueleto do seu bebê, que, com 8 semanas de gravidez, tem 16 mm – mais ou menos o tamanho de uma framboesa. Pode parecer pequeno, mas é um baita salto, se você pensar que há apenas uma semana ele tinha o tamanho de um grão de feijão. Uau!

8 semanas de gravidez

8 semanas de gravidez: braços longos!

Nesta semana, acontecem outras mudanças importantes. O embrião passa a se parecer mais com um bebê humano, já que a cauda começa a se retrair. Os braços crescem rápido e, nesse momento, são maiores que as pernas. A parte superior do corpo cresce mais rápido que a inferior. 

Seu bebê ainda recebe todos os nutrientes de que precisa do chamado saco vitelino, mas a placenta já se prepara para assumir a tarefa nas próximas semanas. Ela começa a crescer e a desenvolver ramificações que, em breve, vão ajudá-la a se fixar na parede do seu útero. 

O que acontece com o seu corpo agora?

Provavelmente, sua barriga ainda não aparentará uma gravidez. O útero está aumentando de tamanho a uma velocidade impressionante, mas, por fora, ainda não dá para notar – a não ser que esta não seja sua primeira gestação. Nas segundas, terceiras e todas as outras próximas vezes que uma mulher espera um bebê, a barriga tende a aparecer mais rápido – já que a musculatura do útero está mais elástica, pelo fato de o órgão já ter “esticado” anteriormente. É como se os tecidos já conhecessem o caminho. 

Se você for uma mulher sortuda, não terá muitos sintomas ainda. A essa altura, você deve notar a ausência do que seria a segunda menstruação. No entanto, os sintomas com 8 semanas de gravidez podem parecer os sintomas da TPM (tensão pré-menstrual), com seios inchados e sensíveis, às vezes, dores de cabeça, cansaço e alterações no humor. Se estiver sentindo enjoos, essa sensação pode continuar por mais um mês, em média (mas pode passar disso também, nos raros casos de hiperêmese gravídica). Aqui tem dicas para aliviar.

Consulta com o obstetra

Se você já tiver marcado uma consulta com o obstetra, lembre-se de anotar todas as suas dúvidas antes de ir. Isso porque é comum acabar esquecendo uma coisa ou outra na hora. Se não tiver contato por celular ou outro meio com o profissional de saúde, você terá que esperar a próxima consulta para fazer as perguntas que faltarem. 

Pode ser que o médico peça um ultrassom transvaginal e, nesse caso, embora nós, leigos, tenhamos dificuldade, o obstetra ou o técnico conseguirá identificar seu bebê e o saco amniótico pelo exame. Com 8 semanas de gravidez, você também pode conseguir ouvir, pela primeira vez, as batidas do coração do seu filho… Vai ser difícil segurar as lágrimas! Tente gravar!

E mais:

+ O desenvolvimento do bebê de 9 semanas

+ Desejos de grávida: o que eles significam?

+ Exames que você precisa fazer no primeiro trimestre

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.