É melhor usar sempre a mesma marca de fralda do bebê? Como saber se o produto é de qualidade ou se vai dar alergia? Vale estocar para economizar? Siga as nossas dicas antes de ir às compras ou procurar por promoções de fraldas

Publicidade

Experimente digitar a palavra “fralda” no Google. Você vai notar que, definitivamente, elas não são todas iguais. Existe uma infinidade de marcas, modelos, tamanhos, preços e características diferentes. É tanta variedade de produtos e de preços, que fica muito difícil saber em qual apostar. Antes de apertar o botão de “finalizar a compra” do pacote de fralda do bebê que você escolheu, veja as dicas da Vanise Milioni, consultora infantil e baby planner de São Paulo (SP). Confira: 

+ Enxoval de bebê: o que você realmente precisa comprar

Fralda do bebê: como escolher?
Fralda do bebê: como escolher? (Foto: Shutterstrock)

1. Fralda do bebê: opte sempre pela qualidade

Há fraldas de todos os tipos e de todos os preços e é claro que, quanto mais você economizar com o item, melhor. Mas a “economia” quando o assunto é fralda não está apenas no preço. Se você comprar um pacote de qualidade ruim, o xixi pode vazar mais, por exemplo, e você terá de trocar mais vezes. Assim, gastará muito mais do que aquela que o mantém sequinho por mais horas. Ou seja, no final das contas, você terá que desembolsar um valor maior, de qualquer maneira, para comprar mais unidades. “Portanto, preze sempre por um produto de qualidade e não vá apenas pelo preço porque, como dizem por aí, o barato pode sair bem caro. Lembrando sempre que uma fralda de qualidade é aquela que não vaza, não causa alergia e garante conforto à criança”, esclarece Vanise. 

Publicidade

Fralda Pampers Premium Care RN+ – Até 6kg 36 Unidades

2. Escolha as fraldas mais tecnológicas

De uns tempos para cá, muitas marcas começaram a apostar em fraldas de alta qualidade, também chamadas no pacote de premium, supreme… O que isso quer dizer? Que ela é mais eficiente do que as outras e tem diferenciais para dar mais conforto como, por exemplo, fechamento ajustável, elásticos mais macios e proteção hipoalergênica, pois contam com material orgânico. Além disso, esses modelos têm várias camadas de gel para absorver o líquido e deixar a pele do bebê o mais seca possível, mesmo que ele tenha feito xixi ou cocô e você não troque na mesma hora. Tanto a urina, como as fezes, em contato com a pele do bebê, podem causar assaduras e outros problemas de pele. Se couber no seu orçamento, escolha as fraldas top de linha. “É certeza de que você vai adquirir um produto de mais qualidade do que a versão tradicional”, diz Vanise.

3. Calcule o preço da unidade, não do pacote de fralda

Há diversas “promoções” disfarçadas por aí. Portanto, lembre-se que você deve comparar sempre o preço da mesma marca e modelo e calcular o valor da unidade. É aquela conta simples de dividir o preço pela quantidade de unidades que vem no pacote. Também tome bastante cuidado com o frete na hora de comprar pela internet. Acrescente o valor na conta para saber se realmente vale a pena. Muitas vezes, com o frete, o custo do pacote é maior do que aquele que não está na promoção. #ficaadica. Veja se, ao comprar uma quantidade maior, o frete vale mais a pena, mas atenção aos tamanhos, para não comprar muitas unidades de um tamanho que, em breve, não vai servir mais (leia o item abaixo). 

 4. Atenção aos tamanhos pequenos

Você já reparou que quanto menor a fralda, mais barata, e quanto maior, mais caro fica? RN é mais barato que P, que é mais barato que M e assim por diante. É que a fabricação de um tamanho pequeno requer menos matéria prima. Além disso, lembre-se de que a fralda RN, por exemplo, se usa aproximadamente por 1 mês. Então, economize no número de pacotes nesse tamanho e nada de fazer estoque de RN e P, hein? Compre conforme demanda. Existem lugares que aceitam fazer a troca do pacote, mas não são todos. Então, com certeza, você pode ter dor de cabeça com isso ou vai ter que doar para alguém.

5. Chá de bebê ou chá de fralda, só para festejar

Quem nunca se questionou se deve ou não fazer o chá de bebê ou de fralda. Se a sua ideia é festejar a chegada do seu filho com os amigos e familiares, a festa é muito bem-vinda. Mas, nem sempre é vantajoso para quem está apenas pensando em economizar e ganhar fraldas, em vez de ter de comprar lá na frente. Isso porque você vai gastar, de qualquer jeito, com os preparativos e, dependendo do tipo de festa que for fazer, pode não compensar um custo pelo outro. Portanto, se você quer festejar a chegada do seu filho e, de quebra, ganhar alguns pacotes de fraldas, vá em frente. Já se a ideia é só ganhar fralda e economizar, avalie muito bem a relação custo-benefício e se realmente vai valer a pena.

+ Chá rifa de bebê: o que é e como fazer?

6. Use sempre a mesma marca de fralda do bebê

Se você experimentou uma fralda no seu filho e ela atingiu todas as suas expectativas (de qualidade, conforto e preço, por exemplo), por que trocar por outras ou ficar experimentando várias? “Eu aconselho sempre usar a mesma fralda por conta do risco de alergia”, diz Vanise. Portanto, tenha sempre uma ou duas marcas escolhidas para checar a variação de preço e procure sempre por promoções de uma ou de outra. Assim, você também evita imprevistos, como vazamentos fora de hora, e reações alérgicas por ficar experimentando vários tipos. 

Fralda Descartável para Água Little Swimmers G – Huggies

7. Fralda noturna: precisa mesmo?

“Se você escolher uma fralda de boa qualidade, pode ter certeza de que, muito provavelmente, não vai precisar apostar em um item diferente para usar apenas para o período noturno. Dificilmente, vazará”, aconselha Vanise. Já, se você tiver uma fralda de qualidade inferior para usar durante o dia, as chances de precisar apostar em um modelo reforçado, específico para segurar o volume de líquido da noite e não molhar roupa, lençol e colchão, são maiores.. “É por essas e outras que eu indico sempre comprar uma fralda boa, para não ter que ficar comprando vários tipos e modelos”, orienta.

8. Cálculo consciente

É realmente difícil saber a quantidade de fralda que você precisa comprar e por quanto tempo cada tamanho vai durar. Cada bebê é único e não existe uma fórmula. Mas, segundo Vanise, há um cálculo aproximado que você pode fazer, caso deseje estocar ou pedir no chá de bebê. Isso pode ajudar a dar uma ideia de quantas fraldas vai precisar, de acordo com o peso da criança. Confira:  

>> Fraldas RN

Peso médio: Até 4 kg
Fraldas por dia: 7 unidades
Tempo de uso médio: um mês
Quantidade de fraldas em média: 210 fraldas

>> Fraldas P

Peso médio: Até 7 kg
Fraldas por dia: 7 unidades
Tempo de uso médio: três meses
Quantidade de fraldas em média: 630 fraldas

>> Fraldas M

Peso médio: Até 10 kg
Fraldas por dia: 6 unidades
Tempo de uso médio: cinco meses
Quantidade de fraldas em média: 900 fraldas

>> Fraldas G

Peso médio: Até 13 kg
Fraldas por dia: 6 unidades
Tempo de uso médio: Varia muito. Pode chegar até um ano!

9. Fralda de vestir, sim!

Quando o bebê está maior, já a partir dos oito meses, ele já não quer ficar parado por tanto tempo para que os pais façam a higiene e troque a fralda. Por isso, pode ser que os modelos tipo shortinhos, calcinha/cueca, que não têm fechos laterais, facilitem bastante a vida e evitem estresse desnecessário. Mas, compre só um pacote primeiro, faça o teste e veja se você e seu filho se adaptam bem. Caso tenha uma boa experiência, aí, sim, aposte no item. Este tipo de fralda se veste como uma roupa e, na hora de tirar, basta rasgar as laterais. 

10. Ajuste o tamanho pelo peso

O tamanho da fralda sempre é indicado com base no peso da criança. Mas você também pode perceber que está na hora de trocar de tamanho quando ela começar a vazar, ficar apertada e marcar a pele do bebê, ficar abrindo as laterais ou estiver desconfortável. O ideal é que você consiga passar seu dedo entre a pele e a fralda. Assim, dá para ver que ela não está nem apertada, nem folgada demais. 

Piscina para Bebê 3 Anéis Intex – Intex

11. Compre fralda de bebê própria para a piscina

Se você for para a praia ou piscina com o seu filho, vai precisar trocar pela fralda própria para molhar, que é completamente diferente da do dia a dia. Geralmente, elas são de vestir, como uma roupa de banho, têm a camada externa impermeável e bordas elásticas justas que bloqueiam a passagem da água e evitam que a fralda encharque. 

+ Troca de fralda: respostas para 20 dúvidas comuns

+ Como trocar a fralda do bebê?

+ 10 acessórios que todo carro com bebê precisa ter

+ Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *