As modificações hormonais da gestação também atuam na pele. Em alta, o hormônio melanotrófico, responsável pela pigmentação, costuma provocar manchas acastanhadas no rosto e no pescoço, que são chamados de melasmas ou cloasmas. Nas mulheres de pele morena bem escura ou negra, a coloração é mais clara do que o tom natural. 

 

Como impedir os melasmas

Mesmo quem usa protetor com filtro solar diariamente não está livre do problema. O jeito é redobrar os cuidados – usando chapéu de abas largas se for se expor ao sol, por exemplo – e adotar cremes faciais com vitaminas C ou D. O uso desses cosméticos, no entanto, precisa ser validado pelo obstetra, já que alguns contêm substâncias nocivos para as grávidas. 

+ Melasma: 10 produtos para ajudar a prevenir, disfarçar e clarear as manchas

Porém, não precisa se preocupar: algumas manchas no rosto desaparecem meses depois do parto. Se as mudanças na pigmentação causarem dor ou vermelhidão ou se você perceber alguma transformação no tamanho de uma pinta, avise o médico imediatamente: são sinais de que pode haver algum outro problema, além da questão hormonal.

Publicidade

Dá para driblar as estrias?

As temidas estrias podem ser combatidas não engordando excessivamente na gestação, principalmente de uma hora para outra. Quanto mais a pele se estica, maior a propensão. Se você sempre cultivou o hábito de hidratar a sua pele, o risco é menor. Quem tem a pele mais elástica (e até mesmo um tantinho flácida) dificilmente vai “ganhar” as tais listras avermelhadas – que após o parto ficam esbranquiçadas. 

As áreas mais vulneráveis ao problema são os seios, a barriga, o bumbum e os quadris. Portanto, aplique óleo à base de amêndoas durante o banho e, depois de se enxugar, capriche nos cremes corporais à base de ureia, vitamina E, lanolina e óleos na composição. Esses produtos minimizam a coceira nas regiões suscetíveis. 

 

E mais:

+ Precisamos falar sobre pós-parto

+ Previna-se contra as varizes

+ Seios em preparo para a amamentação

Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis.

Publicidade