A mãe atribuiu o fato de o leite materno ter cor diferente à presença de anticorpos contra o coronavírus

Uma mãe postou uma foto de dois saquinhos transparentes contendo leite materno. Um deles, puxando para o branco e o outro, para uma coloração esverdeada. Ela atribuiu a mudança de tom à presença de anticorpos para covid-19, já que o leite branco tinha sido extraído antes de ela e sua bebê contraírem a doença e o verde, depois. A foto e a informação viralizaram pela internet, mas especialistas explicam que a história não é bem assim. 

A foto do leite materno com cor esverdeada circulou pela internet: médico explica que não tem relação com anticorpos contra covid-19
A foto do leite materno com cor esverdeada circulou pela internet: médico explica que não tem relação com anticorpos contra covid-19 (Foto: Reprodução/ Instagram)

Ashmiry, mãe de duas meninas, publicou a foto em seu perfil no Instagram e escreveu, depois que ela e as crianças testaram positivo para covid-19: “Eu realmente queria compartilhar essa foto do meu leite materno! Isso realmente me faz ter certeza de que algo está acontecendo com meu corpo e com meus bebês. O leite materno é incrível, é mágico e eu sou muito grata por poder produzi-lo, especialmente agora! A mudança de cor indica que meu corpo está fazendo exatamente o que Rubi precisa! Anticorpos, gordura extra e pura delícia!”. 

+ Bomba de tirar leite: como escolher a melhor?

Publicidade

A mulher, que mora em Nova Jersey, nos Estados Unidos, com a família, contou ainda que ela mesma tomou o leite materno esverdeado quando estava doente. “Eu estava cansada de ficar doente, então, pensei: ‘Vou tomar um pouco desse leite materno’. E fiz isso. Não sei se ajudou, quem sabe…”, refletiu.

Leite materno muda mesmo de cor por causa dos anticorpos?

Será mesmo que os anticorpos para covid-19 alteram a cor do leite materno, deixando-o esverdeado? BabyHome consultou um especialista para esclarecer melhor essa história. O pediatra Moises Chencinski, membro do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), explica que, embora o leite materno seja um alimento poderosíssimo, a cor dele não é alterada por causa da presença dos anticorpos. 

Ashmiry e a filha, na época e que tiveram covid-19
Ashmiry e a filha, na época e que tiveram covid-19 (Foto: Reprodução/ Instagram)

De acordo com o médico, o leite materno pode mudar de cor, dependendo de outros fatores. As fases da lactação, por exemplo, têm esse efeito. O colostro, que é o primeiro líquido que sai do peito ainda na gravidez ou nos primeiros dias de pós-parto, é de uma cor diferente do chamado leite maduro. O leite do início da mamada pode ter uma cor diferente do leite do final da mamada. A alimentação da mãe também pode alterar a coloração: vegetais verdes, cenoura, abóbora, beterraba e alguns outros são exemplos disso. A cor pode ser impactada ainda por infecções ou sangramentos no seio. 

Embora seja um alimento riquíssimo em anticorpos, a presença deles não é capaz de alterar a tonalidade do leite materno. “O leite materno carrega anticorpos o tempo todo, da mãe para o bebê. Em algumas situações, pela transmissão de agentes infecciosos do bebê para a mãe (pela pele, pela respiração ou até por receptores na aréola, que recebem essas “informações” pela saliva do bebê), acontece a produção de anticorpos específicos para casos em especial. E esses anticorpos vão, através do leite materno, aumentar a proteção contra algumas doenças. Mas, os anticorpos são sempre anticorpos e não possuem a capacidade de mudar a cor do leite. Assim, apesar de a imagem ser real (ela não foi inventada), ela não tem relação causa (covid na mãe com produção de anticorpos) – efeito (mudança de cor do leite materno que chega ao bebê)”, detalha o pediatra. 

O adulto que toma leite materno ganha proteção extra dos anticorpos?

Segundo o pediatra, não. “Não é uma prática recomendada e isso não aumenta a imunidade de adultos, que já têm seu próprio sistema imunológico mais específico”, afirma. A vacina é a melhor forma de garantir proteção contra a covid-19. 

+ Peitolândia: vamos falar sobre amamentação?

+ É seguro doar e receber leite materno durante a pandemia?

+ Cuide bem da sua alimentação no pós-parto

+ Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito!

 

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.