O aumento da oleosidade, por conta dos hormônios, pode estimular a acne na gravidez. Atenção! Nem todos os produtos podem ser usados durante esse período. Dermatologista ensina como contornar o problema, sem prejudicar seu bebê

Além da sua barriga, você vem notando outros pontos “crescendo” no seu corpo, mais especificamente no seu rosto? Sim, o aparecimento de cravos e espinhas pode, sim, ser estimulado durante esse período. A acne na gravidez é um problema que incomoda muitas mulheres e é preciso prestar atenção na hora de tratar, já que a maioria dos produtos antiacne comuns não tem uso indicado para gestantes. Quem explica é a dermatologista Ana Carulina Moreno, do Rio de Janeiro (RJ), que conversou sobre o assunto com BabyHome e deu dicas valiosas.

+ Estrias na gravidez: dá para evitar?

"<yoastmark

Publicidade

“Durante o período gestacional, ocorre uma série de mudanças hormonais, o que pode desencadear o aumento da oleosidade da pele, causando espinhas”, relata. “Como nem todos os tratamentos antiacne podem ser feitos nesta fase, muitas mulheres têm dúvidas sobre o que fazer. Ativos como ácido salicílico e retinóicos, além de alguns antibióticos, devem ser evitados”, aponta. Se você se encaixa nesse grupo e está sofrendo com cravos e espinhas, sem saber o que pode ou não fazer, fique tranquila.

Aqui, a especialista dá 8 dicas de como cuidar da pele e contornar o problema – sem, é claro, prejudicar a sua saúde ou a saúde do seu bebê. 

+ Roncar na gravidez é normal?

8 dicas para acabar com a acne na gravidez

  1. Lave o rosto diariamente com sabonetes específicos.
  2. Use produtos que controlam a oleosidade ao longo do dia.
  3. Protetor solar adequado é essencial tanto para evitar a acne na gravidez, como para evitar manchas. Prefira as versões oilfree.
  4. A hidratação deve fazer parte da sua rotina: escolha um hidratante matificante ou em sérum específico para pele oleosa.
  5. Esfoliar a pele com produtos leves e naturais pode trazer muitos benefícios.
  6. A limpeza de pele com máscara de LED pode auxiliar no controle dos cravos e das espinhas inflamadas.
  7. Evite produtos com ácido salicílico, ácido retinóico, antibióticos ou qualquer outro ativo desconhecido. Na dúvida, consulte sempre o seu médico.
  8. Alguns ativos, como peróxido de benzoíla e ácido azeláico, por exemplo, podem ser usados para controlar a acne na gravidez. Busque um dermatologista para prescrever um bom tratamento para você.

+ Maquiagem para grávida: truques de especialista

+ Melasma: 10 produtos para ajudar a prevenir, disfarçar e clarear as manchas

+ Roupa de grávida: comprar ou reaproveitar?

+ Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e receba toda semana mais dicas sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e grátis

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.