Naquelas últimas semanas de gravidez, tudo o que a família – e mais especificamente a mãe, que vive um turbilhão interno – pensa é na chegada do bebê. Curso de gestante feito? Sim. Mala da maternidade pronta? Check. Plano de parto definido? Ok. É claro que tudo isso é importante e você não vê a hora de pegar seu filho nos braços. No entanto, um ‘detalhe’ fundamental acaba sendo deixado em segundo plano: você. A mulher, muitas vezes, se esquece de observar como anda a própria saúde emocional e do que ela necessita neste momento tão impactante. É preciso que a mãe cuide dela e esteja bem. Que tal, então, incluir no enxoval ou no chá de bebê itens que podem trazer bem-estar e tranquilidade para ela?

Cuidar de si – e também deixar-se ser cuidada por quem está próximo – não é egoísmo. Pelo contrário. Nos primeiros meses de vida do seu filho, você é a conexão dele com o mundo aqui fora, pelo colo, pelo cheiro, pelo aconchego, pela amamentação. Garantir o seu bem-estar é também garantir o bem-estar dele. Por isso, na hora de se planejar e montar a lista de presentes do chá de bebê ou do que comprar para o enxoval, inclua itens que ajudem a garantir sua tranquilidade durante a gestação e ao longo da transição que é o puerpério. Selecionamos aqui cinco itens que muitas mulheres não sabem que vão precisar e que podem fazer toda a diferença tanto para amenizar a ansiedade dos últimos dias de gravidez, como para minimizar o estresse e as preocupações no pós-parto.

1) Alimentação garantida

A amamentação, quando possível, é a melhor maneira de garantir que o bebê receba o melhor alimento do mundo, formulado especificamente para atender a todas as necessidades dele. Mas, para que isso aconteça, a mãe também deve estar bem alimentada e hidratada. Parece óbvio, mas, na correria do dia a dia, em meio à privação de sono, cólicas, choro e fraldas para trocar, entre vários outros grandes desafios que chegam com um recém-nascido, a chance de você cuidar menos da sua própria alimentação é grande. Por isso, no aperto, você vai agradecer imensamente àquela pessoa que te presenteou com comidinhas saudáveis congeladas, que estão ali no freezer, ou com um voucher para pedir pratos balanceados em serviços de delivery.

2) Chá para aliviar o cansaço e ajudar no relaxamento

Nada mais reconfortante do que beber um chá aromático e saboroso e que, ainda por cima, tenha propriedades calmantes e relaxantes. Esses pequenos prazeres são importantes, principalmente quando você, de repente, se vê às voltas com uma grande responsabilidade, como a de ter em seus braços um ser totalmente dependente de você. De manhã, de noite, no meio da madrugada ou a qualquer hora, ter à mão um chá, de preferência feito com ingredientes 100% naturais, ajuda e muito, sobretudo ao longo do período de amamentação, que exige a ingestão de muitos líquidos.

O Chá da Mamãe, da Weleda, é um item que você pode incluir na sua lista de enxoval desde já, para uma experiência mais tranquila (acredite, a ansiedade vai bater ainda na gestação e estresse não faz bem nem para a mãe, nem para o bebê). O chá é composto por ervas como a melissa, que tem propriedades calmantes, a rosa silvestre, que harmoniza e potencializa os outros ingredientes, e o trio de ouro, formado por alcarávia, erva-doce e funcho, que promovem um melhor funcionamento digestivo do bebê, auxiliando na redução de gases e cólicas [1].

Para estimular o aleitamento materno e auxiliar na produção de leite, é fundamental que o bebê estimule as glândulas mamárias, que a mãe esteja tranquila e descansada e que consuma bastante líquido. Inclua esse hábito na sua rotina e no seu enxoval. Há 30 anos, o Chá da Mamãe ajuda as famílias a atravessar essa fase da forma mais serena possível.

3) Converse com quem entende

É comum pensar em toda a preparação para o parto, fazendo cursos de gestantes e incluindo a contratação de uma equipe de confiança, como médicos, parteiras, doulas, dependendo de qual for sua escolha para este momento. O que nem todo mundo pensa é na preparação para a amamentação. Ainda predomina a ideia de que é um ato natural e instintivo, mas nem sempre é assim.

Preveja em seu planejamento a contratação dos serviços de uma consultora de amamentação ou peça de presente um vale-consulta. Esse tipo de profissional pode ajudar a lidar com as dúvidas, dificuldades e anseios, que, acredite, vão acabar surgindo. Muitas mulheres deixam de amamentar porque sentem dores, desconfortos e até por simples falta de confiança no próprio corpo, por exemplo, o que poderia ser resolvido com uma orientação correta. Pense nisso!

4) Cheirinho bom

A aromaterapia, se usada adequadamente, também pode ser uma ótima ferramenta para ajudar com a ansiedade da mãe e até para acalmar o bebê. Óleos essenciais diluídos e usados em spray ou difusores podem criar um ambiente de relaxamento, o que auxilia no sono do bebê e também na tranquilidade da mãe, o que, como já sabemos, é fundamental para garantir a produção de leite e o sucesso da amamentação. Essências como as de lavanda e laranja doce são algumas das favoritas. Só cuidado com o exagero, que pode ter o efeito contrário e causar irritação.

5) Vale-massagem

O último mês de gestação parece ser composto por 45.675.373 dias, assim como os três primeiros meses de vida do recém-nascido. São tantas mudanças e preocupações que fica difícil impedir a ansiedade de tomar conta do seu corpo e da sua mente. Para amenizar, nada como se distanciar um pouco, por meio de uma atividade relaxante, como uma massagem. Invista ou inclua, sem nenhum tipo de receio, cupons vale-massagem na lista de presentes do chá de bebê. Acredite: você vai agradecer muito por ter pensado nisso antes.

[1] Você pode ler mais sobre as propriedades dessas plantas nos estudos a seguir:

KINGSBURY, Sheila. Herbs for Lactation Journal of the American Herbalists Guild. Volume 11.

HOSSEINZADEH, Hossein.  TAFAGHODI, Mohsen. ABEDZADEH,  Shirin.  TAGHIABADI, Elahe. Effect of Aqueous and Ethanolic Extracts of Pimpinella anisum L. Seeds on Milk Production in Rats. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/journal/journal-of-acupuncture-and-meridian-studies

RATHER.A, Manzoor. DAR. A, Bilal. SOFI. N,  Shahnawaz. BHAT. A, Bilal. QUIRISHI. A, Mushtaq. Foeniculum vulgare: A comprehensive review of its traditional use, phytochemistry, pharmacology, and safety Disponível em: https://www.sciencedirect.com/journal/arabian-journal-of-chemistry

LAGUNEZ RIVERA, L. VILAREM, G. SOLANO GÓMEZ, R. JIMÉNEZ ESTRADA, M. VAZQUEZ FEIJOO, J.A. Boletín Latinoamericano y del Caribe de Plantas Medicinales y Aromáticas, vol. 9, núm. 6. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=85615688011

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *