Looking for BabyHome 
in Portuguese?
You are currently using English as your main language. If you want to change it to Portuguese, please click on the proper link:
Brazil
Português
United States
English or Portuguese
Esqueceu sua senha?
Sem problemas, digite seu email para criar uma nova senha.
Lembrou sua senha? Faça seu login aqui!
Você está quase lá!
Um email foi enviado para você
Abre seu email e clique no link
para resetar sua senha.
Senha alterada...
Tente logar com sua nova senha.
Password changed
É bom tê-la de volta!
Faça o Login e continue usando o BabyHome
Ou use seu email
Faça já seu cadastro
Descubra tudo sobre o seu bebê
Ou use seu email

Já tem uma conta? Faça seu login aqui!
Você está quase lá!
Enviamos um email de verificação para:
Abra o email e clique no link indicado
para ativar sua conta.

Atenção aos sinais de atraso na fala e na linguagem

Confira o que é esperado em cada etapa de desenvolvimento da comunicação e o que pode indicar problemas

Antes de mais nada, é bom lembrar que linguagem, fala e comunicação não são as mesmas coisas e um atraso na fala, por exemplo, não quer dizer que a criança tenha autismo ou algum problema, como surdez. Seu filho pode ter um atraso na fala, por exemplo, mas usa uma linguagem corporal para se comunicar. Aliás, o choro e as expressões faciais são um dos primeiros modos de o bebê se comunicar com os pais.

Assim, há linguagem verbal (oral ou escrita) e não-verbal, que é feita com outros recursos (gestos, olhares, postura, expressão facial). E, por fim, tem a fala, que é a produção e articulação de palavras. Para cada fase do seu filho, é esperado um tipo de avanço. Confira as mais significativas para prestar atenção.

6 meses

Se o bebê não emitir sons, nem olhar para quem está falando com ele, pode ser que tenha problemas de audição. Note se ele move a cabeça em direção aos sons.

1 ano e 3 meses

Se a criança não fala nenhuma palavra, ninguém entende nada do que ela fala ou ela não se comunica por gestos (como apontar para o que quer), é bom comentar com o pediatra.

+ Linguagem em plena atividade

2 anos

Se ela não consegue juntar duas palavras, não usa o faz-de-conta e não consegue mostrar coisas quando questionado, fique atento. Além disso, o esperado é que nos últimos meses ela tenha aprendido uma palavra nova por semana. Se os pais não entendem nada do que o filho diz, é bom checar com um especialista.

3 anos

Se o seu filho troca sílabas ou omite consoantes com muita frequência, se desconhecidos têm dificuldade de entender o que ele diz, se não responde a comandos e se gagueja ou fica nervoso ao falar, é bom ouvir um especialista. É esperado, também, que nessa fase ele já consiga contar histórias.

4 anos

O comum é que ele não faça mais trocas de letras (como L por R) e já use pronomes (eu, ele, ela, nós…).

5 anos

Nessa fase, a criança já deve usar o pronome “eu” e não se referir a ela na terceira pessoa (chamando-se pelo nome) e também usar outros tempos verbais que não só o presente.

E mais:

+ Meu filho não fala quase nada. É normal?

+ Faz mal deixar meu filho ver TV ou celular?

+ Livros: apresente ao bebê o fantástico mundo da leitura

Quer saber mais? Assine a newsletter de BabyHome e desenvolvendo. É rápido e grátis.